Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório Turístico

Um Blog de Técnicos para Técnicos e de Técnicos para Turistas. Tudo o que é preciso encontrar sobre Turismo, está aqui!

Feira Ibérica de Turismo 2015

28.04.15 | Damiana Sousa

Realiza-se na cidade da Guarda, entre os dias 30 de Abril e 03 de Maio, a 2ª edição da Feira Ibérica de Turismo. O certame vai decorrer no Parque Urbano do Rio Diz proporcionando quatro dias de promoção e contactos de excelência entre os expositores, participantes e visitantes. Segundo a organização, estarão presentes mais de uma centena de expositores nacionais e espanhóis, entre agências de viagens, operadores turísticos, empresas de animação e eventos, regiões de turismo e hotéis.

O programa do evento inclui espetáculos musicais, actividades desportivas e de lazer, workshops, show cooking e artesanato.

A inauguração está agendada para a quinta-feira, dia 30 de abril, contando com a presença do Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho.

 

Horário da Feira:

Quinta-feira a Domingo: 12H00 - 00H00

Os bilhetes já se encontram à venda no Guarda Welcome Center (Praça Luís de Camões). O ingresso diário custa 1,5 euros e o geral – para os quatro dias – custa 4 euros. As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

O Programa completo pode ser consultado aqui.

 

Aproveite e conheça a cidade da Guarda! :)

Boa Viagem!

 

 

Nasceu a Rota dos Vinhos do Dão!

27.04.15 | Damiana Sousa

Foi inaugurada hoje (27 de Abril) a Rota dos Vinhos do Dão no belíssimo Solar do Vinho do Dão, em Viseu. O Solar sofreu algumas obras de intervenção específicas, para servir, a partir de hoje, como Welcome Center da Rota. O espaço dispõe de duas salas de provas de vinhos, de uma mediateca e de uma sala de exposições.

O lançamento foi marcado pelo Seminário "Rota dos Vinhos do Dão, um destino enoturístico", onde, durante todo o dia, o Turismo, o Vinho e as potencialidades Enoturísticas da Região estiveram em debate e análise.

A Rota dos Vinhos do Dão que deu hoje a conhecer os seus 41 Aderentes, resultou de quase dois anos de trabalho, durante os quais foram realizados estudos, inquéritos e diversas visitas ao terreno, em articulação com várias entidades públicas e privadas. Pretende ser um veículo de informação e de promoção dos Vinhos da Região Demarcada e dos Produtores Aderentes.

 

rvd_blog.jpg

 

Aderentes da Rota dos Vinhos do Dão:

* Adega Cooperativa de Mangualde - Mangualde

* Adega de Penalva do Castelo - Penalva do Castelo

* Caminhos Cruzados - Nelas

* Carvalhão Torto - Nelas

* Casa da Ínsua - Ínsua (Penalva do Castelo)

* Casa da Passarella - Lagarinhos (Gouveia)

* Casa de Santar - Santar (Nelas)

* Quinta Chão de São Francisco - Lourosa de Cima, S. João de Lourosa (Viseu)

* Fonte de Gonçalvinho - Paranhos da Beira (Seia)

* Julia Kemper Wines - Oliveira (Mangualde)

* Ladeira da Santa - Tábua

* Lusovini - Nelas

* Madre de Água - Vinhó (Gouveia)

* Magnum Vinhos - Oliveira do Conde (Carregal do Sal)

* Paço dos Cunhas de Santar - Santar (Nelas)

* Pedra Cancela - Oliveira de Barreiros (Viseu)

* Quinta do Penedo dos Mouros - S. Miguel do Outeiro (Tondela)

* Quinta da Bica - Santa Comba de Seia (Seia)

* Quinta da Boavista - Penalva do Castelo

* Quinta da Boiça - Canas de Senhorim

* Quinta da Fata - Vilar Seco (Nelas)

* Quinta da Nespereira - Nespereira (Gouveia)

* Quinta da Vegia - Esmolfe (Penalva do Castelo)

* Quinta das Camélias - Sabugosa (Tondela)

* Quinta das Marias - Oliveira do Conde (Carregal do Sal)

* Quinta de Cabriz - Carregal do Sal

* Quinta de Lemos - Passos de Silgueiros, Silgueiros (Viseu)

* Quinta de Reis - Oliveira de Barreiros (Viseu)

* Quinta do Cerrado - Oliveirinha (Carregal do Sal)

* Quinta do Medronheiro - Soutulho (Viseu)

* Quinta do Perdigão - Pindelo de Silgueiros, Silgueiros (Viseu)

* Quinta dos Cedros - Casal Sandinho (Mangualde)

* Quinta dos Penassais - S. João de Lourosa (Viseu)

* Quinta dos Roques - Abrunhosa do Mato, Cunha Baixa (Mangualde)

* Quinta Mendes Pereira - Oliveira do Conde (Carregal do Sal)

* Quinta Vale das Escadinhas - Pindelo de Silgueiros, Silgueiros (Viseu)

* Quintas de Sirlyn - Santa Ovaia de Cima (Tondela)

* Quinta do Sobral - Santar (Nelas)

* Seacampo - Vila Nova de Tazem

* Sociedade Agrícola Boas Quintas - Mortágua

* Udaca - Viseu

* Vinícola de Nelas - Nelas

 

Enquanto Técnica de Turismo tive a oportunidade de trabalhar neste projecto, pelo que em nome do Consultório Turístico recomendo vivamente que explore as vinhas do Dão secretamente escondidas pelos pinhais. Vai encontrar, sem dúvida, um belo segredo: um vasto património vitícola e vinícola onde as pessoas contam as suas histórias, onde pode degustar experiências, saborear legados arquitectónicos e provar a essência da Região Demarcada do Dão!

Mais informações em: rotavinhosdao.pt

 

Boa viagem! :)

 

 

5 cidades inesquecíveis na República Tcheca

25.04.15 | Damiana Sousa

Este é um Guest Post escrito por Roberta Leite, jornalista brasileira que mora em Praga e é colaboradora do blog Seguro Viagem.

Escrito em Português do Brasil.

 

Quando se menciona a República Tcheca, a primeira coisa que vem à cabeça é a beleza de sua capital Praga. Porém, além das atrações da famosa capital, o país tem uma enorme quantidade de cidades cujos atrativos deixam o mais exigente turista entusiasmado. De cidades históricas a termais, passando por degustações de cerveja, tudo é possível.

Confira 5 cidades de destaque que você deve visitar em sua estadia pelo país, além de Praga, é claro.

 

1 - Karlovy Vary

Karlovy Vary.pngVista da cidade

 

Fazendo divisa com a Alemanha, Karlovy Vary é uma das cidades mais visitadas depois de Praga. É uma cidade termal, ou SPA, como é conhecida no país. Isso porque em sua região há dezenas de fontes de águas termais que brotam do chão, motivo que levou a construção de hotéis e centros de tratamentos e bem-estar ligados ao poder de cura das águas. Há pacotes especiais para casais em lua de mel nos hotéis, incluindo sessões de relaxamento e bem-estar.

Ao redor das fontes foram construídas colunatas, que já são por si só belas atrações, a arquitetura da cidade é toda voltada às fontes, com seus casarios renascentistas, restaurantes tradicionais. Lá é o endereço de fabricação do licor mais famoso, Becherovka, feito de ervas é um ótimo aperitivo. Há a tradição dos doces waffles gigantes, também vendidos em vários pontos da cidade.

A fabricação de cristal Moser é presente na cidade. Ela também foi cenário de vários filmes, como 007 - Cassino Royale e As Férias da Minha Vida.

 

2 - Ceský Krumlov

Ceský Krumlov.pngCeský Krumlov, ao fundo a torre do castelo

 

Esta cidade situada ao sul do país traz um modelo vasto da arquitetura gótica, renascentista e barroca. Mais parece uma miniatura de Praga, o rio Moldava, o mesmo que corta a capital tcheca, também passa pela cidade, porém de maneira bem irregular, dando o belo formato tortuoso da cidade.

O castelo de Ceský Krumlov é uma das atrações, fica no topo de um monte, de onde se tem uma vista magnífica da cidade. Na praça central você encontra as belas construções da prefeitura, a igreja de São Vito e a casa renascentista Krčínův.

Para quem curte esportes aquáticos, no verão, o rio Moldava é o cenário de canoagem e Rafting, uma boa forma de conhecer também a região.

 

3 - Pilsen

Pilsen.pngHall de entrada da cervejaria

 

Apenas a 90 quilômetros de Praga, Pilsen é um destino para quem ama cerveja. O nome da cidade já é uma pista, a cerveja tipo Pilsen foi criada por lá. Uma das cervejarias mais antigas, inaugurada em 1842, onde há a fabricação da marca mais famosa do país, está bem no centro da cidade e é aberta a visitação, a Pilsner Urquell.

Um tour pela cervejaria garante ao visitante saber mais sobre a história da bebida mais apreciada pelos tchecos, além da possibilidade de prova-la.

 

4 – Lednice

Lednice.png

É um chateau do século XVI, situado na cidade de mesmo nome, no sul da Morávia. Pertenceu a família Liechtenstein durante quase 700 anos. O chateau fica em um enorme jardim com vários atrativos, além da visita interna, quando é possível visitar os cômodos reais. A área por fora tem muito a oferecer: o parque francês, a capela, o templo de Apolo e uma construção inusitada para o local, um minarete.

 

5 - Hřensko

Hřensko.pngPonte de pedra - Pravčická brána

 

Um perfeito destino para quem gosta de natureza. Hřensko é um município na região de Děčín, na divisa do país com a Alemanha.

É em Hřensko que está a maior ponte de pedra natural do continente, chamada de Pravčická brána. Para chegar até ela, você faz uma trilha dentro da floresta, que inclui também um passeio de barco pelo rio Elba, que passa também por entre as montanhas de pedras, típicas da geografia do local.

Os hotéis da cidade organizam passeios em grupo que levam até a grande ponte de pedra.

 

Acredite, o país ainda guarda muitas outras atrações!

 

 

 

 

5 Tesouros a descobrir no Sul da Alemanha

17.04.15 | Damiana Sousa

Sou uma amante da Europa, pela sua diversidade e riqueza. Tenho, na minha bagagem, centenas de quilómetros dentro de um carro que serve de domicílio nas viagens. E sempre que fecho os olhos para recordar essas viagens pela Europa vêem-me à memória os campos de perder de vista da França, a paisagem fascinante do País Basco e o horizonte infinito do Sul da Alemanha. O destino que trago aqui hoje.

Não querendo parecer tendenciosa, gostaria hoje de recomendar alguns locais que já visitei na Alemanha e que considero interessantes de serem partilhados. A lista não segue uma ordem específica.

 

1- Schloss Neuschwanstein, Schwangau (Bayern)

É o castelo dos contos de fadas, não fosse ele a inspiração do Castelo de Walt Disney. Ludwig II foi o responsável pela construção deste castelo (1869 - 1886) que considerava o seu refúgio, onde criou o seu próprio reino encantado. Foi considerado um louco pela sua excentricidade.

O interior do castelo prima pelo luxo, com destaque para o Salão dos Cantores, com candelabros maravilhosos distribuídos por todo o salão, iluminado por mais de 600 velas; a Sala do Trono, inspirado na Basílica de Santa Sofia, em Istambul, e o quarto do rei Ludwig II, onde a cama possui magníficos detalhes em madeira feitos à mão e frescos maravilhosos que retratam as famosas óperas de Wagner (as preferidas do Rei). Existe também uma gruta dentro do Castelo - não é possível tirar fotos do interior

Aquando da morte do Rei, muitas das salas e dos quartos não estavam concluídos e assim permaneceram até hoje. Ou seja, Ludwig II nunca viu  a sua obra de sonho concluída. A visita vale muito a pena e a vista do castelo parece saída de um postal ilustrado.

Curiosidade: Neuschwanstein significa “o novo cisne de pedra”, uma adaptação de uma lenda para uma das óperas de Wagner que conta a história do Cavaleiro do Cisne.

Mais informações em: http://www.neuschwanstein.de/

 

fonte: Pinterest

 

2- Burg Hohenstaufen, Göppingen (Baden-Württemberg)

 As ruínas do Castelo Hohenstaufen encontram-se a 684 metros, na simpática localidade homónima. O Castelo foi construído no ano de 1070 como forte e passou por gerações de famílias reais, nem sempre de origem alemã. Em 1525 o castelo foi destruído durante a Guerra dos Camponeses e algumas das suas pedras foram utilizadas para construir um outro castelo, de Göppingen. Entre 1936 e 1938 e entre os anos de 1967 e 1971 foram realizadas escavações arqueológicas no local que permitiram preservar alguns dos alicerces do castelo.

Escusado será dizer que do cimo do monte a vista é até onde os olhos podem alcançar :)

fonte: www.stuttgart-tourist.de

 

3 - Weilheim-Teck (Baden-Württemberg)

Bem vindo a Weilheim Teck, uma cidade com sotaque "schwäbisch" rodeada pelas suas montanhas. Aqui encontra o verdadeiro espírito do sul da Alemanha, com casas típicas, tradições bem vivas e uma hospitalidade sem descrição. Deve ser percorrida a pé (obrigatoriamente!) para descobrir o seu centro histórico que remonta ao século XIV.

A não perder: Peterskirche (a primeira construção data de 1089 e contém ainda o mais velho órgão barroco de todo o País), Marktplatz e o Muro da Cidade. Para quem gosta da Natureza, não deve abandonar Weilheim Teck sem subir ao Limburg. Aproveite também os 14 caminhos exclusivos para bicicletas e peões. A forma mais fácil de conhecer as redondezas. Caminhar, caminhar, caminhar: é o mote para saborear com perfeição as paisagens do sul da Alemanha.

weilheim blog.JPGfonte: própria

 

 

4 - Limburg, Weilheim-Teck (Baden-Württemberg)

Ergue-se de um vulcão já adormecido cujas cinzas que se depositaram aos seus pés, permitem hoje o cultivo de um vinho de qualidade; mas a paisagem do Limburg é também pintada pelas árvores de fruto (macieiras, pereiras e cerejeiras, que quando estão em flor iluminam o verde do monte).

Lá em cima, encontramo-nos no topo do mundo, onde o horizonte parece realmente infinito. Em dias de céu limpo distinguem-se as casas, os campos e quase se alcança a cidade de Stuttgart. Depois da subida, a vista é compensatória. É o sítio ideal para refúgios, para fazer piqueniques, para sentir a vida.

 

limburg_blog.jpgfonte: própria

 

5 - Gastronomia

Brezel, Laugen, Spätzle, Apfelschorle, Schnitzel, Jägerschnitzel, Bratwürste, Kartoffelsalat, Sauerkraut, Schwarzwälder Kirschtorte, Maultaschen... sim, a gastronomia é um verdadeiro tesouro que vale a pena ser descoberto e a lista é infinita! Não se deixe intimidar pelos nomes. Vai ficar deliciado. Garanto-lhe! :)

deutsch comida_blog.jpgfonte: própria

 Boa Viagem! :)

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported.

Pág. 1/2