Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório Turístico

Um Blog de Técnicos para Técnicos e de Técnicos para Turistas. Tudo o que é preciso encontrar sobre Turismo, está aqui!

Cascais

13.03.13 | Damiana Sousa

Cascais já foi uma das estâncias balneares mais famosas da Europa e as "férias na Linha" eram procuradas por muitos nacionais e estrangeiros aliciados pelo clima ameno, pelas águas calmas e pelo cheiro a glamour da aristocracia europeia, que ainda se sente nas casas apalaçadas, nos hóteis e nos hábitos.

O Largo de Camões assinala o centro histórico da Vila repleto de vida, fruto do bulício das esplanadas. Pela Rua Direita descobrem-se as lojas e vendedores de rua e aqui perto, existem as famosas feiras de Cascais onde se podem adquirir belas peças de artesanato.

Descendo em direcção à Costa, há tempo para apreciar o edifício da Câmara Municipal, antiga residência dos Condes da Guarda, datado de meados do século XVIII.

Dê um saltinho até à Praia dos Pescadores, onde poderá ter a sorte de ver pescadores a coserem à mão as suas redes, junto dos barcos coloridos. Um pedacinho de tradição que não abandona as gentes de Cascais. Na zona da Cidadela descobre-se o Museu do Mar D. Carlos. Mesmo em frente à Igreja Paroquial, este edifício homenageia o legado marítimo de Cascais e de D. Carlos I, o monarca que implementou o primeiro laboratório de oceanografia em Portugal. O espólio conta com núcleos para história natural, arqueologia subaquática, pesca, vestígios de barcos naufragados e um espaço dedicado ao Rei D. Carlos I.

Faz-se uma pausa merecida no Parque Marechal Carmona. Construído na década de 1940, resulta da junção dos jardins do Palácio dos Condes de Castro Guimarães com a propriedade do Visconde da Gandarinha. O recinto extremamente arborizado possui diversos esconderijos, amplos relvados, canteiros e pavões que passeiam por entre a vegetação. É constituído por um lago com cisnes, por um mini zoo e por espaços juvenis como a biblioteca e o parque.

Seguimos para o Farol de Santa Marta. Este Farol-Museu conta com um espaço de exposições criados nas antigas residências dos faroleiros. É possível também aceder às amplas plataformas com vista para o mar. Daqui à Boca do Inferno é um saltinho. É uma das grandes atracções de Cascais pela influência da força do Atlântico contra os rochedos. É o local ideal para terminar a visita, apreciando o espetáculo das enormes ondas a desvanecerem-se contra os rochedos.

 

Boa viagem!

 

Cascais

fonte da imagem: http://www.mochileiros.com

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported.