Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gravuras, Flores e Rio Douro

turismado por Damiana Sousa, em 06.03.13

Os primeiros sinais de Primavera surgem nos maravilhosos vales do Douro, onde as Amendoeiras dão os seus primeiros sinais de vida. Um imenso tapete de cor invade a vista e a paisagem. A região de Vila Nova de Foz Côa oferece-nos esta pequena maravilha... mas tem muito mais a explorar.

O percurso inicia-se a partir do famoso Parque Arqueológico do Vale do Côa onde se localizam as gravuras rupestres. A visita é feita em viaturas exclusivas do Parque, mas grande parte do percurso é feita a pé em terreno acidentado. É aconselhável reservar com antecedência.

Castelo Novo é a próxima paragem e enquanto seguimos pela estrada, somos brindados pela magnífica paisagem dos vinhedos em socalcos.

Chagando ao imponente miradouro, perdemo-nos no meio da história que conta desde a Idade do Cobre e Bronze (III e II milénios A.C.). Os vestígios arqueológicos ainda não permitem decifrar se aqui existiu um povoado fortificado ou se se tratava apenas de um local monumentalizado.

Retoma-se o caminho com destino à Vila de Freixo Numão. Bem no centro, a Fonte da Bica, construída no reinado de D. João V dá-nos as boas vindas, abrindo-nos passagem para o Museu da Casa Grande. Instalado num Solar Barroco do século XVIII, alberga importantes mostras arqueológicas e etnográficas. No antigo jardim estão a descoberto ruínas e objectos de diversas épocas, onde se pode, inclusivamente, visitar uma Oficina para trabalhar o ferro, que foi reconstruída. No andar superior do edifício é possível aceder à capela anexa ao Solar.

A Rua do Museu conduz-nos até à Igreja Matriz e ao Pelourinho, mas é o Sítio Arqueológico do Prazo que se destaca pelas suas ruínas romanas e medievais. A Igreja Medieval apresenta variados tipos de sepulturas que nos indicam diferentes épocas e rituais religiosos distintos.

Regressamos ao centro da Vila para nos encaminharmos para o Moinho de Cubo. Admire esta notável obra de engenharia executada pelos romanos.

Seguimos agora em direcção ao Pocinho, fazendo primeiro uma paragem no Miradouro de Santa Bárbara das Mós que oferece uma visão panorâmica de serras e vinhedos. Observe o pormenor das lascas de xisto escuro que suportam os arames das vinhas.

Descendo para o Pocinho a paisagem é incomparável. A visita termina na Barragem onde existem caminhos que permitem percorrer as duas margens do Rio Douro. Não descarte a possibilidade de fazer um piquenique nesta zona.

 

Boa Viagem!

 

Castelo Velho

fonte da imagem: fozcoafriends.blogspot.com

 

Sítio Arqueológico do Prazo

fonte da imagem: http://quintadoarnozelo.no.sapo.pt

 

Barragem do Pocinho

fonte da imagem: http://www.alunos.esffl.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported.



Quem é a Doutora dos Turistas

foto do autor


Informação Personalizada / Promoção de Conteúdos

Procura um Programa, Itinerário ou Circuito feito à sua medida? Em Portugal ou além fronteiras? Ou deseja ver anunciado o seu Evento, o seu Hotel, os seus Programas ou outro assunto que considere interessante? Contacte directamente a Doutora dos Turistas através de: consultorio.tur@gmail.com :) ||
Para outros serviços associados ao Consultório, contacte-nos, por favor, através do seguinte endereço: geral.consultorioturistico@gmail.com

Site do Consultório Turístico:

http://www.consultorioturistico.com

Últimas novidades no Facebook:

Últimas Notícias no Facebook do Consultório


Seguir o Blog

Assinar Newsletter



Política de Privacidade


Pesquisar no Mundo

Custom Search




Notícias via Publituris